| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Jornal de Bonfim
Desde: 27/12/2016      Publicadas: 48      Atualização: 11/01/2017

Capa |  ARTIGOS  |  CULTURA  |  EVENTOS  |  NEGÓCIOS  |  NOTÍCIA  |  PARCEIROS  |  PRINCIPAL  |  PROMOÇÕES


 ARTIGOS

  04/01/2017
  0 comentário(s)


As incertezas do novo ano

Diante do atual quadro político e da economia, como acreditar que será um bom ano?

O ano começa, fogos, festas e luzes, abraços e muitas mensagens de esperança. Mas, se analisarmos friamente o cenário atual, como podemos pensar que este ano será bom?

Começando pela economia, que o governo interino tenta a todo custo recolocar num ciclo de crescimento. Vivemos uma recessão profunda, com recordes em desemprego e encolhimento do PIB. Os escândalos de corrupção revelados pelas investigações da Polícia Federal afastaram pra longe a confiança dos investidores externos.

No cenário municipal, nada diferente. O governo Dárcy Vera deixou sua marca e entrará para a história de nossa cidade como a administração mais corrupta de que se tem notícia em Ribeirão Preto. Uma decepção total aos eleitores que viram a primeira mulher prefeita, oriunda de projetos sociais, subir tanto e cair de forma tão melancólica. Deixou para Nogueira uma dívida que já ultrapassa os R$ 2 bi, sem dinheiro em caixa, uma cidade abandonada, cheia de buracos e com problemas pra todo lado.

Como podemos pensar quem em alguns meses isso tudo se resolverá como num passe de magia? Temos que ser realistas diante de cenários tão obscuros. A esperança é uma virtude que nos faz sempre acreditar em dias melhores, mas não podemos nos fazer de cegos, ocultar o que realmente acontece, e viver distante da realidade.

Não se trata de pessimismo. Trata-se apenas de fazer previsões com os pés bem firmes no chão, claro, acreditando que haverá vontade política e competência suficientes para reverter tudo isso. Que 2017 seja o ano do fim da queda, e o início de um crescimento que todos esperamos: o crescimento da confiança nos governantes.

Se até então a farra estava solta nos bastidores da política, hoje, com certeza, os maus políticos já pensam dez vezes antes de colocar a mão naquilo que não os pertence. Já é um bom começo.
  Autor:   Adilson Baptista





Capa |  ARTIGOS  |  CULTURA  |  EVENTOS  |  NEGÓCIOS  |  NOTÍCIA  |  PARCEIROS  |  PRINCIPAL  |  PROMOÇÕES
Busca em

  
48 Notícias